03 janeiro 2019

O medo da mudança na estrutura e a luta pela reestruturação do Plano de Cargos

O Sintsef/CE segue acompanhando a luta dos servidores do Incra que após as eleições seguem sobre o temor da mudança na estrutura do órgão. O governo do presidente eleito Jair Bolsonaro já demonstra descaso com a pauta da reforma agrária e o apoio a latifundiários, criminalizando as lutas do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) e os direitos das populações quilombolas e indígenas. Mesmo com futuro incerto, servidores seguem em luta pela reestruturação das carreiras e do órgão.

Nos últimos 3 anos, a pauta da reformulação do Plano de Carreiras tem mobilizados diversos debates, assembleias e paralisações entre os servidores. O Sintsef tem atuado a partir das discussões feitas na CONDSEF em parceira com Assincra e a CNASI. No segundo semestre de 2018, as negociações com o governo federal melhoraram, a formação de uma Frente Parlamentar possibilitou uma atuação junto ao Congresso Nacional. O grupo tem incidido na Comissão Mista de Orçamento (CMO) e espera-se que sejam destinados recursos financeiros para a viabilização da reestruturação do plano de carreiras do INCRA.

O Sintsef reconhece que foi a pressão dos servidores do Incra responsável por abrir uma janela de negociação com o conjunto do Governo. Mas, diante da diretriz ultraliberal do próximo presidente, permanece a incerteza se as articulações prosperarão. Seguimos acompanhando

Esta matéria faz parte da edição de Dezembro do Jornal do Sintsef. Para ler esta e muitas outras matérias desta edição do jornal, na íntegra, clique AQUI.

Comentários Comentar